Terra Brasil FM

Anunciante 05

Trânsito

Guaíra: Veículos envolvidos em acidente com morte eram usados no contrabando

Testemunhas disseram que o veículo Doblô que vitimou o idoso, estava na contramão.

Guaíra: Veículos envolvidos em acidente com morte eram usados no contrabando
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O setor policial de Guaíra atendeu acidente de trânsito na manhã de hoje (6), na Avenida Martin Luther King, principal via que da acesso ao bairro Vila Eletrosul.

Um homem de 64 anos de idade, morreu no local após ser atropelado. Ele estava de bicicleta que foi atingida por um dos veículos. O homem trabalhava como porteiro havia 12 anos na Vila dos Técnicos e estava chegando para trabalhar quando o fato ocorreu. Testemunhas disseram que o veículo Doblô que vitimou o idoso, estava na contramão.

O SAMU esteve no local e vídeos que circulam nas redes sociais mostram os socorristas tentando reanimar a vítima. Mas a vítima não resistiu. O corpo foi encaminhado ao IML de Toledo e, após será liberado aos familiares para os atos fúnebres.

Os veículos foram checados, sendo VW/Gol CL, cor prata, placas CNW-6459 de Moreira Sales/PR, carregado com pneus contrabandeados do Paraguai; Fiat/Doblô Cargo, cor branca, placas DUH-4523 de São Caetano do Sul/SP, sem os bancos e preparado para o transporte de ilícitos; VW/Gol CL, cor bege, placas AAV-1D60 de Cafezal do Sul/PR, também sem os bancos (característica de ser usado no transporte de contrabando na região). Não constam queixas de furto ou roubo para nenhum dos veículos.

Com a presença da Polícia Federal foi encontrado um projétil próximo ao automóvel Gol de Cafezal do Sul, além de mais pneus contrabandeados do Paraguai, escondidos em uma mata acerca de 20 metros do local, estes encontrados pelos PMs.

Também foi encontrado, dentro do Doblô, uma carteira contendo o CPF de um homem de 28 anos, que também será investigado.

Os veículos foram guinchados ao pátio da Polícia Federal onde deverão passar por perícia.

FONTE/CRÉDITOS: Portal Guaíra
Comentários:

Veja também