Terra Brasil FM

(44) 99996-6651
Anunciante 05

Governo

Auxílio Emergencial 2021: Caixa conclui pagamento da 1ª parcela a beneficiários do Bolsa Família

O pagamento da primeira parcela do auxílio para quem não é do Bolsa Família terminou em 29 de abril.

Auxílio Emergencial 2021: Caixa conclui pagamento da 1ª parcela a beneficiários do Bolsa Família
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Caixa Econômica Federal (Caixa) conclui nesta sexta-feira (30) o pagamento da primeira parcela do Auxílio Emergencial aos beneficiários do Bolsa Família, liberando os recursos para quem tem número do NIS terminado em 0.

Também nesta sexta, a Caixa libera saques e transferências para os trabalhadores fora do programa nascidos em janeiro, que receberam a parcela em poupança social digital no dia 6 de abril. O pagamento da primeira parcela do auxílio para quem não é do Bolsa Família terminou em 29 de abril.

VEJA QUEM RECEBE NESTA SEXTA:

- trabalhadores que fazem parte do Bolsa Família, cujo número do NIS termina em 0, e que se enquadram nos critérios do programa

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial, pelo site auxilio.caixa.gov.br ou pelo https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/

Quem se inscreveu no Auxílio Emergencial e teve a solicitação negada no resultado da última 2ª feira (26.abr), terá um prazo maior para contestar a decisão. O novo prazo é 6 de maio e vale para os requerimentos que ainda estavam em processamento.

Segundo o Ministério da Cidadania, o "objetivo é permitir que essas pessoas tenham uma nova análise com bases mais atualizadas de seus dados".

A contestação é realizada no site www.consultaauxilio.cidadania.gov.br. No sistema de consulta, está disponível um botão para contestar na mesma tela da consulta, após ingressar com os dados de CPF, nome completo e nome da mãe. Se a não aprovação for por algum motivo de indeferimento definitivo, não será possível apresentar contestação, pois, nesses casos, a situação que motivou o indeferimento não vai se alterar.

FONTE/CRÉDITOS: G1.

Veja também

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )